sexta-feira, julho 27, 2007

quarta-feira, dezembro 27, 2006

A pedido de muitas famílias venho mostrar a minha nova "obra de arte". Digo isto entre aspas porque ainda está numa fase muito embrionária e não se pode pedir muito mais quando se pinta qualquer coisa em duas tardes. De qualquer maneira ainda tenho um longo caminho a percorrer, começando por aprender a fazer cores, (tentar) aplicar algumas técnicas e quiçá, algum dia destes, saia uma pequena obra de arte :)

Até lá, a exigência é sempre grande!



Pintado a óleo

sexta-feira, setembro 29, 2006

Viagem no Tapete Mágico

Há dias em que me pergunto porque gosto tanto de aviões.
Porque raio é que fui achar piada àquelas maquinetas se não tenho com elas nenhuma ligação especial. O meu pai não foi piloto, os meus tios não estiveram na força aérea... Eu próprio só entro em aviões quando tenho que viajar para a minha terrinha perdida no meio do Atlântico.
No entanto, não consigo deixar de ficar fascinado quando aqueles bichinhos metálicos levantam do chão com um rugido ensurdecedor.
Como pode uma coisa daquele tamanho, daquele peso, sair do chão e... voar!



O tapete mágio (F-18 Hornet)

quinta-feira, setembro 28, 2006

Tentação

"Somos castigados pelas nossas renúncias. Cada impulso que tentamos estrangular germina no cérebro e envenena-nos. O corpo peca uma vez, e acaba com o pecado, porque a acção é um modo de expurgação. Nada mais permanece do que a lembrança de um prazer, ou o luxo de um remorso. A única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos-lhe."

Oscar Wilde



Don't be such a quaker.
Take a bite.
It won't be your last.
Trust me.

terça-feira, setembro 26, 2006

Um ano depois

Começou tudo inocentemente, duma forma inesperada. Com conversas intermináveis, um segurar de mãos, mensagens antes de ir para a cama...
E dessa forma inocente e inesperada, dei por mim a encostá-la aos cacifos e a levar os meus lábios aos dela. Sabiam ao chocolate que tinhamos acabado de comer...
Não sei o que me deu. Não sei o que sentia na altura, mas era avassalador. Ao ponto de eu não pensar no que estava a fazer, não antecipar as consequências.
Tudo parecia tão natural, tão fluido. Era como se estivesse descontraidamente deitado numa jangada, a ser levado pela corrente.
Faz hoje um ano desde esse primeiro beijo.
Ela estava tão bonita naquele dia, com aqueles lindos olhos maquilhados e o cabelo amarrado. Com os seus lábios carnudos ligeiramente brilhantes de baton... Meu Deus, os seus lábios! Que sorriso arrebatador conseguem fazer! Que beijos eles me deram...

O meu primeiro quadro!

A minha mãe sempre insistiu imenso para que eu começasse a pintar... mas só agora eu cedi, e ainda bem que o fiz! Pintar a óleo foi uma experiência extraordinária! Obviamente não tenho qualquer técnica e isso nota-se a milhas por qualquer "amador despecialista", mas para mim, pintar, foi inesperadamente intuitivo!

Foi o meu primeiro quadro, por favor não sejam demasiado críticos... e se criticarem que não o façam construtivamente, mas apenas desparatadamente :)


pintado a óleo

quarta-feira, setembro 20, 2006

Citação


"Aquele a quem a palavra não educar, também o pau não educará"

Sócrates

terça-feira, agosto 22, 2006

My name is...

sexta-feira, julho 14, 2006

I want to escape no more..

domingo, junho 18, 2006

Insólito #4



É tão agradável (ou não!) quando fazemos uma viagem de expresso e podemos apreciar a vista a um outro nível… que eu não sei se será um nível ‘mais alto’ que o costume!

lol dirty mind of mine... ela estava provavelmente a apanhar qualquer coisa do chão, repetidamente.

domingo, junho 11, 2006

Sex Bomb!



Muito bom!

quinta-feira, junho 08, 2006

Obras de Arte, lol



Autor: Xavier


Autor: Sohjiro



Autor: Xavier

sábado, maio 20, 2006

"I win"



Obrigado pelo video Bruno, em Hades cá vir

quarta-feira, maio 17, 2006

The Canyon Skywalk

A nova ponte no Grand Canyon proporciona aos seus visitantes uma visão de 1200 metros abaixo dos pés. Mais ou menos a 15 segundos do chão.

Dizem os engenheiros que a ponte foi dimensionada para resistir a ventos superiores as 100 milhas por hora (à volta de 160 km/h) em oito direcções diferentes e sismos até magnitude de 8.

Chamam-lhe The Glass Bridge, mas leva quase 500 000 kg em metal…

segunda-feira, maio 15, 2006

Insólito #3



E mais Técnico! É uma autentica fonte inesgotável de insólitos. Desta vez, no jardim nas traseiras de Civil, onde vários regadores (sim, porque não são apenas os dois que se vêem na foto...) não parecem funcionar nas suas melhores condições. Como se não bastasse, um deles está a atirar água para fora dos muros do Técnico. Lindo!